Provavelmente, vocês já ouviram falar da moeda virtual  Bitcoin. Mas talvez não saibam que esta criptomoeda utiliza a tecnologia blockchain, a qual garante o registro de qualquer transação entre partes (pessoas e/ou entidades) de forma segura, imutável, sem intermediários e 100% auditável. Por esta razão as pessoas se sentem seguras em fazer transações de compra e venda desta moeda.

Dificil de entender? Vamos tentar explicar melhor fazendo o paralelismo com os instrumentos e as práticas de algo mais conhecido por todos nós que é a contabilidade empresarial , onde acontecem “os registros de fatos e atos financeiros das empresas”.

Numa Contabilidade temos um instrumento chamado Livro Diário, e como o próprio nome diz, nele são registrados todos os lançamentos de tudo o que acontece no dia a dia de um negócio , todos os atos ou operações que modifiquem ou possam alterar a situação patrimonial da empresa.

O Livro Diário é regido por normas, e existem uma série de termos que estipulam como e o que deve ter nessa escrituraçāo e, além disso, não pode haver rasuras ou adulterações, os registros obrigatoriamente seguem a ordem cronológica dos fatos, é exigido o uso de linguagem comum ao mercado, etc.

Nas empresas estes dados e informações ficam sob a responsabilidade de uma equipe/estrutura que devem ser guardados de forma segura, imutável, e 100% auditável.

Feita a analogia, nós podemos voltar ao blockchain.

O blockchain é uma tecnologia onde cada transação é registrada como um “bloco de dados” (semelhante a um Livro Diario contabil), que após sua efetivação é replicado em uma grande rede distribuída (é como tivéssemos várias cópias iguais do mesmo Livro Diário guardadas em diversos locais). Neste bloco de dados, que fica na nuvem e tem a sua propriedade compartilhada por quem tem autorização para utilizá-lo, podem ser registradas as informações que desejamos, como por exemplo: quem fez, o que fez, quando fez, onde fez, quanto movimentou, etc. (que nem em um Livro Diário contabil)

O blockchain é baseado na teoria dos jogos, usa criptografia avançada para armazenar informações em ambiente que se assemelha a um Livro Diário, e reforçando, permite a relação direta entre partes interessadas sem a necessidade de intermediários para validar transações.

E por que o blockchain é importante no mundo empresarial?

  1. Porque contribui diretamente no aumento de produtividade e segurança dos processos de negócios. Como todos compartilham uma visão única dos fatos (registro em blocos de notas), é possível ver completamente todos os detalhes de uma transação. Hoje, a maioria dos sistemas tradicionais apresentam deficiências como:
  • qualquer consulta necessita de um acesso à base de dados, que nem sempre está atualizada e disponível;
  • nem sempre possibilitam a realização de auditorias em tempo real;
  • são grandes os problemas com a integração de bases de dados (centralizadas e/ou distribuídas) e departamentos diferentes com dificuldades de disponibilidade e escalabilidade;
  • enorme dificuldade dos sistemas dos diversos departamentos manter a unicidade e sincronização das informações entre os dados locais e os dados presentes nas bases remotas.
  1. Porque ele pode ser aplicado à uma grande quantidade de processos das empresas, fornecendo informações precisas, compartilhadas e completamente transparentes, armazenadas em um livro contábil imutável que pode ser acessado somente por membros autorizados da rede.

Importante lembrar que uma vantagem desta tecnologia é que podemos utilizá-la integrando-a completamente com os atuais sistemas de gestão (ERPs) das empresas. É uma camada a mais que se insere porem preserva seus sistemas legados e aumenta a segurança e eficiência dos processos.

Coloco-me à disposição para quem tiver interesse em conhecer mais detalhes sobre a ferramenta e possibilidades de aplicação).

Publicado emArtigos

Deixe um comentário