Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Um conselheiro consultivo é um profissional experiente que se reúne periodicamente com os gestores da empresa para discutir questões estratégicas da organização, dando suporte aos desafios específicos e ajustando a estrutura organizacional da empresa às necessidades do mercado, sem se desconectar com os valores da família empresária.

A função de um conselheiro consultivo é avaliar e questionar, com perguntas reflexivas, a respeito de quaisquer questões relativas à política e diretrizes da empresa.

A presença de um Conselheiro Consultivo é fundamental para que os gestores da empresa possam ter uma avaliação isenta e independente acerca das diversas demandas do negócio. O Conselheiro consultivo é capaz de agir sem conflito de interesses, focando as decisões para que elas sejam objetivas e visem ao melhor resultado para a empresa.

Negócios familiares encontram muitos benefícios na formação de um conselho consultivo, pois é comum que nesses empreendimentos as relações emocionais e familiares se confundam com o profissional, afetando as decisões e estratégias da empresa. Ter um conselho consultivo é a garantia de trazer um olhar externo, não influenciado pelas relações emocionais que rondam a família.

“Uma forma de organizar uma empresa familiar é entender o seu funcionamento sistêmico, que é composto por três pilares: família, propriedade e negócios. O que ocorrer em um desses grupos interage em todos os outros”.

PRINCIPAIS VANTAGENS DE SE CONTRATAR UM CONSELHEIRO CONSULTIVO:

– Apoiar os líderes da empresa a alcançarem o planejamento estratégico, oferecendo uma visão abrangente e interdisciplinar da administração.

– Decisões alinhadas e em conexão com a missão, visão e valores da empresa e da família.

– Identificar mudanças e oportunidades.

– Romper os impasses, buscando a harmonia familiar com o crescimento da organização.

– Objetividade nas grandes decisões com o auxilio de um profissional isento e imparcial.

– Fortalecer a disciplina familiar, ajudando o conselho na construção de uma comunicação assertiva.

– Orientar a próxima geração construindo um legado com base na riqueza e nos valores familiares.

João Alberto Teixeira

Consultor em Sucessão Familiar e Governança Corporativa

Publicado emArtigos
Fechar